Fan Page
Publicidade Lateral
Mural

Enviar mensagem

Fabricio Nunes

Toda equipe do site está de parabéns pelo belo trabalho, cont...

Sandro

Parabéns a Toda Equipe do Site! Agora é noticia em tempo real...

Bento Junior

Parabéns\r\nSucesso!!!\r\nVoces estao de parabéns pela inicia...

Tamiris

vcs estao de parabéns!! adorei o novo site estar masa pricipalmente ...

Ouvinte do Mes
Jota SantosCuritiba PR
Bate Papo

Digite seu NOME:

Estatísticas

Visitas: 1778

Usuários Online: 1

WhatsApp (41) 98472-2079
Brasil

POR QUE O DESCANSO É IMPORTANTE NA MUSCULAÇÃO?

Publicada em 30/01/21 às 23:13h - 31 visualizações Rádio Academia

Link da Notícia:
Compartilhe
   

 (Foto: Rádio Academia)

Com o objetivo de conquistar um corpo perfeito, com músculos bem desenhados e ganhar cada vez mais massa magra, muitas pessoas passam horas e horas, todos os dias, treinando pesado na academia. Mas será mesmo que quanto mais exercício melhor? Ou o certo é dizer que quanto mais ideal melhor?

Atletas e praticantes de musculação que já conquistaram o seu shape ideal, conseguiram isso não apenas treinando pesado, mas também seguindo uma dieta saudável e, principalmente, respeitando o tempo necessário de descanso dos músculos. Isso porque, o ganho de massa magra acontece no momento em que nosso corpo descansa e se recupera do esforço físico e, por isso, o descanso é fundamental na musculação.

Antes de mais nada é preciso entender o processo pelo qual os músculos passam para crescer. A primeira coisa é a sobrecarga. Quando o objetivo é ganhar massa magra, o atleta precisa estimular os músculos de forma que cheguem à exaustão, podendo realizar o aumento da carga e da duração do exercício, com mais séries, investindo em treinos de estilo bi-set, por exemplo.

É importante também que os treinos sejam readaptados periodicamente, de acordo com a evolução da pessoa, para assim manter os músculos em constante sobrecarga, já que, com o tempo, eles se acostumam com estímulos repetidos e perdem a eficácia.

Após o exercício de musculação, há um aumento importante da produção de proteínas no organismo, que ocorre entre 24 e 48 horas depois do estímulo e, para o trabalho de hipertrofia, é fundamental que os músculos trabalhados descansem por um dia, pelo menos, dependendo da intensidade e da região trabalhada. Alguns profissionais, inclusive, recomendam a prática da musculação no período noturno, quando o indivíduo estará livre das tarefas do dia a dia e poderá repousar logo após a atividade.

Normalmente, os professores de academia passam treinos intercalados para seus alunos, ou seja, se hoje você treinou os músculos anteriores, amanhã irá treinar os posteriores, por exemplo. E isso tem uma explicação bastante simples, o descanso é fundamental não apenas para a hipertrofia, como também para o aumento da força muscular.

Durante o repouso ocorre uma melhora na oxigenação das células musculares, auxiliando a recuperação das fibras dos músculos e acelerando esse processo. Por isso, a recomendação é descansar logo após a atividade física. No entanto, o tempo de repouso varia de acordo com a intensidade de cada exercício. Para treinos leves e moderados, o descanso deve ser de pelo menos 24 horas, já para treinos mais pesados e intensos o mínimo de descanso para a recuperação muscular é de 48 horas.

Ter boas noites de sono também é fundamental para a hipertrofia. Durante a noite, enquanto dormimos, nosso corpo produz o GH, um hormônio de crescimento que é produzido em menores quantidades na fase adulta, mas que tem um papel significativo. Esse hormônio é responsável por otimizar a regeneração muscular e é liberado apenas durante o sono. Por isso, muitos coachs dizem que dormir faz parte do treino.

Realizar o mesmo treino todos os dias, sem dar descanso para aquele determinado grupo muscular pode trazer diversos prejuízos à saúde do indivíduo. O primeiro a aparecer é a queda no rendimento, como o músculo não teve tempo para se recuperar, ele não possui a energia e a força necessária para suportar um novo estímulo.

Com isso, o atleta passará a sentir dores fortes e constantes, não desenvolverá a musculatura como o esperado, passando a ter problemas de over training, lesões musculares, inflamações, além de passar a produzir e liberar diversos hormônios de estresse. Ou seja, além do prejuízo físico, a pessoa desenvolverá problemas relacionados à saúde do corpo e também da mente.

Não respeitar o tempo necessário de descanso vai produzir o efeito contrário do desejado e, ao invés de ganhar músculos cada vez mais fortes e bem definidos, você deixará seu corpo cada vez mais fraco e doente. Por isso, siga as orientações dos profissionais de educação física da sua academia e não pule ou ignore os treinos simplesmente porque você não gosta de trabalhar um ou outro grupo muscular.

Outra questão fundamental é quando ao período certo de descanso. Como cada organismo reage de uma forma diferente ao estímulo, levando em consideração as questões genéticas e também o tempo e intensidade do treino, o tempo ideal de para repouso também irá variar. Nesse sentido, mais uma vez, é importante contar com o auxílio do um educador físico, que deve fazer uma avaliação sobre o seu perfil e indicar as pausas necessárias entre um treino e outro.




ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Parceiros
Um site com o design de imagens desenvolvido por Jota Studios - Contatos: @SouJotaSantos - WhatsApp (41) 98472-2079
Copyright (c) 2021 - Rádio ACADEMIA Digital - Todos os direitos reservados